Como aliar a gamificação e o marketing de incentivo na entrega de prêmios?

Atualizado: Mar 17

Os games estão presentes em nossas vidas há décadas. Muitas pessoas amavam passar horas na frente da televisão durante a infância e a adolescência, imersas no universo criado pelos seus jogos favoritos.


A adoração por esse mundo foi tanta que, ainda hoje, muitos continuam fazendo isso na vida adulta. E é aí que entra o conceito de gamificação. Você sabe o que é ou já ouviu falar?


Preparamos um conteúdo exclusivo para explicar melhor sobre este termo e como ele pode ser aplicado ao marketing de incentivo. Acompanhe!


O que é gamificação?


O termo “gamificação” foi criado em 2002, pelo programador Nick Pelling, e também é reconhecido pelo nome de “ludificação”. Seu objetivo principal é o de engajar os usuários por meio de dinâmicas com games, para que fiquem motivados e isso facilite o processo de compra.


Os games possuem a capacidade de mexer com o emocional e influenciar de diversas formas. Inclusive, muitas vezes, gasta-se dinheiro real para conquistar melhorias para personagens ou avatares.


Portanto, acaba sendo um método valioso também para o mercado do marketing, já que, fazendo uso dessa persuasão natural que os jogos eletrônicos têm sobre as pessoas, o processo de definir qual persona a ser atingida pela sua empresa aumenta, assim como o engajamento.


Relação com o marketing de incentivo


O principal benefício da gamificação no marketing é o aumento nas vendas. Para isso, é necessário que os conteúdos produzidos por uma empresa cheguem até os usuários de forma que faça com que eles se sintam instigados a realizar a compra.


Com este processo, as chances de você gerar um conteúdo mais chamativo, interessante e interativo são maiores e também aumentam as probabilidades de ele ser reproduzido e compartilhado em larga escala, contribuindo para a expansão do alcance.


Colocando a gamificação em prática


Para colocar um processo de gamificação em prática sobre algum produto e com a garantia de que ele terá um êxito satisfatório dentro da sua expectativa, alguns tópicos precisam ser levados em consideração.


1. Jogos fáceis de entender: o intuito com o uso de games é tornar a experiência do cliente mais dinâmica, interativa e divertida. Portanto, crie jogos fáceis de entender, para que o usuário não fique confuso sobre o que ele tem que fazer e isso prejudique o processo de compra, ao invés de facilitá-lo.


2. Crie desafios: para que o usuário continue instigado a jogar, o nível de dificuldade dos níveis precisa aumentar. Lembre-se: a dinâmica do jogo precisa ser fácil, mas os desafios nem tanto. Quanto maior for a dificuldade, mais tempo a pessoa ficará conectada e o seu espírito competitivo vai fazendo com que ela interaja mais.


3. Defina o jogo conforme seu produto: parece óbvio, mas não custa reforçar. Por exemplo: se você tem uma loja de roupas, não faz sentido criar um game sobre carros. Neste caso, você poderia desenvolver um jogo onde o usuário pode vestir avatares com os itens da sua loja, incluindo calçados.


4. Ofereça prêmios: ao final de todo jogo, sempre se espera uma recompensa. No caso da gamificação aliada ao marketing, uma boa alternativa é oferecer descontos nos produtos e frete grátis, se for o caso, ou um sistema de acúmulo de pontos, onde, futuramente, quando atingir uma meta de pontuação, poderá trocar por algum brinde.


Aplique na sua empresa


Por meio da gamificação e do marketing de incentivo, também é possível engajar os seus próprios colaboradores com prêmios de incentivo, como bônus salarial para quem não faltar durante o mês, por exemplo.


Dessa forma, criar metas e oferecer compensações para quem atingi-las faz com que o desempenho da equipe aumente e que fiquem cada vez mais motivados em cumprir com os objetivos.


Porém, na hora de distribuir esses prêmios é necessário fazer de uma forma prática e lúdica, para facilitar a retirada do dinheiro ou oferecer outras opções de uso para ele.


Conte com a Cash.In


A Cash.In pode ajudar você. Aqui, você distribui seus prêmios de incentivo, marketing e vendas com o clique de um botão. Também diminui os custos e o envio dos valores é instantâneo.


O processo é simples: você define seu budget, ele é alocado na plataforma, você distribui, o colaborador recebe na hora e todos ficam felizes e satisfeitos.


Além disso, a Cash.In conta com um sistema totalmente lúdico, prático e fácil de manejar, sem precisar de conta em qualquer banco.


Então, está esperando o quê? Clique aqui, converse com a gente e venha montar a sua estratégia.



62 visualizações0 comentário